Japão/eleições

Japão: premiê anuncia eleições antecipadas

O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe vai dissolver o Parlamento dia 28 de setembro
O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe vai dissolver o Parlamento dia 28 de setembro © REUTERS/Toru Hanai

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou nesta segunda-feira (25) a realização de eleições legislativas antecipadas, em uma tentativa de prolongar seu mandato em um contexto de forte tensão com a Coreia do Norte.

Publicidade

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro japonês durante uma entrevista coletiva em Tóquio, o que automaticamente provoca eleições antecipadas em um prazo máximo de 40 dias. A dissolução será pronunciada no dia da abertura de uma sessão extraordinária do Parlamento no dia 28 de setembro. As eleições devem acontecer em 22 de outubro.

Segundo Abe, ele precisa ser reeleito para colocar em prática um novo plano de incentivo econômico de 2 trilhões de ienes (cerca de € 15 bilhões), até o fim do ano, que prevê gratuidade de parte da escolaridade e outros dispositivos financeiros. Além disso, declarou, há necessidade de tomar medidas mais firmes contra a Coreia do Norte, que multiplica os testes balísticos e nucleares.

Pressão

"Devemos utilizar todos os meios para aumentar ao máximo a pressão sobre a Coreia do Norte Norte", declarou. Mas no Japão, há dúvidas sobre o momento da convocação das eleições antecipadas, já que o período de campanha eleitoral pode criar um "vazio político" que o regime norte-coreano poderia aproveitar.

A oposição e vários analistas denunciam uma decisão arbitrária com objetivos ocultos, entre eles o cálculo de Abe para aproveitar o aumento de sua aprovação entre a opinião pública com sua posição de firmeza diante dos repetidos disparos de mísseis e testes nucleares de Pyongyang.

Segundo analistas, teoricamente, não há necessidade de organizar novas eleições antes de 2018. A mudança do calendário do Parlamento também o beneficiaria em outro assunto: acusado de favorecer seus amigos, ele poderia escapar das questões dos parlamentares. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.