Acessar o conteúdo principal

Covid-19: Austrália prorroga confinamento em Melbourne

Homem caminha diante de um anúncio que pede o uso de máscaras, em Melbourne, Australia.
Homem caminha diante de um anúncio que pede o uso de máscaras, em Melbourne, Australia. AFP
Texto por: RFI
3 min

A Austrália prorrogou neste domingo (6) o confinamento em Melbourne, a segunda maior cidade do país, por duas semanas, por considerar insuficiente a queda no número de casos de coronavírus.

Publicidade

O primeiro-ministro de Victoria, Daniel Andrews, anunciou que o bloqueio estrito de seis semanas, que deveria terminar no próximo fim de semana, será estendido até 28 de setembro. Ele também indicou que medidas restritivas permanecerão em vigor nos próximos meses.

O estado de Victoria registrou 63 novos casos e cinco mortes neste domingo por Covid-19, em comparação com mais de 700 no auge da epidemia. Mas as autoridades de saúde preferem permanecer cautelosas.

As medidas de toque de recolher, as restrições de visitas e a proibição de viagens acima de cinco quilômetros irão vigorar, pelo menos, até 26 de outubro. A partir de 13 de setembro, no entanto, o toque de recolher vai começar uma hora mais tarde, às 21h, e a população terá uma licença de duas horas para praticar esportes.

A partir do fim do mês, creches serão reabertas e até cinco pessoas poderão se reunir ao ar livre, mas apenas se o balanço diário de casos for inferior a 50.

Nas áreas rurais de Vitória, as medidas serão flexibilizadas devido ao baixo número de casos ativos.

Protestos contra medidas rígidas

O anúncio da prorrogação do confinamento foi feito um dia após a prisão de manifestantes que se opunham às medidas de contenção em Melbourne, que resultaram em confrontos com a polícia. Ignorando as advertências oficiais e os regulamentos de saúde pública, várias centenas de pessoas se reuniram no sábado (5) para um protesto ilegal.

Essa manifestação foi divulgada pelas redes sociais entre grupos adeptos a teorias conspiratórias e complôs ligados ao coronavírus e pediam o fim do confinamento.

Com 25 milhões de habitantes, a Austrália se saiu bem no combate à epidemia de coronavírus, com pouco mais de 26.200 casos e 753 mortes.

A maioria dos casos foi identificada em Melbourne nos últimos dois meses.  Grande parte da Austrália já suspendeu as restrições, depois de controlar amplamente a Covid-19.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.