Acessar o conteúdo principal

Covid-19 na Austrália : Melbourne suspende toque de recolher em vigor há quase dois meses

O toque de recolher noturno em Melbourne será suspenso a partir desta segunda-feira (28).
O toque de recolher noturno em Melbourne será suspenso a partir desta segunda-feira (28). AP - Asanka Brendon Ratnayake
Texto por: RFI
3 min

Melbourne suspendeu nesta segunda-feira (29) o toque de recolher noturno imposto há quase dois meses. A segunda principal cidade da Austrália foi o epicentro de uma nova onda de Covid-19 e a medida havia sido tomada para conter a propagação do vírus.

Publicidade

Grégory Plesse, correspondente da RFI na Austrália

A segunda onda de Covid-19 na Austrália foi ainda mais severa que a primeira. O país contabilizou no total cerca de 27.000 casos e mais de 872 mortes desde o início da pandemia, e Melbourne foi a cidade mais atingida pelo vírus.

Mas pela primeira vez desde 30 junho, o número de casos ativos está abaixo dos 400. Diante da melhora recente da situação, as autoridades locais decidiram flexibilizar algumas restrições.

Daniel Andrews, primeiro-ministro do estado de Victoria, cuja capital é Melbourne, disse aos habitantes da cidade que poderão voltar a sair de suas casas em qualquer momento para trabalhar, praticar esportes, fazer compras ou encontrar outras pessoas. Os alunos das escolas primárias também retornaram às aulas e as creches foram reabertas.

No entanto, mesmo se o toque de recolher noturno imposto em 2 de agosto foi suspenso, algumas restrições persistem. O uso de máscaras de proteção continua sendo obrigatório e os moradores não podem ultrapassar um perímetro de 5 quilômetros em torno de suas residências. Essa medida deve permanecer em vigor pelo menos durante as próximas três semanas.

Casamentos apenas com noivos, padre e dois padrinhos

Os casamentos, suspensos há quase três, também voltaram a ser celebrados. No entanto, eles estão restritos a, no máximo, cinco pessoas, incluindo os noivos e os padrinhos.  

As restrições impostas na Austrália estão entre as mais severas dos países ocidentais e chegaram a suscitar alguns protestos. Mas segundo uma pesquisa de opinião divulgada na semana passada, 60% dos australianos aprovam a estratégia adotada pelo governo.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.