Queda de avião comercial no Sudão do Sul não deixa sobreviventes

@ RFI

Pelo menos 10 pessoas morreram nesta terça-feira (2) na queda de um avião comercial em Pieri, no Sudão do Sul, na África. O acidente foi confirmado em uma nota pelo governador do estado de Jonglei, transmitida nesta quarta-feira (3) à AFP.

Publicidade

“Foi com espanto e horror que fiquei sabendo da notícia da queda do avião (HK-4274) da empresa South Supreme Airlines, ocorrido em 2 de março de 2021, por volta das 17h05”, afirma Denay Jock Chagor no comunicado divulgado terça-feira à noite. “Dez pessoas, entre elas os dois pilotos, perderam a vida. Nossas orações estão com seus familiares e entes queridos. Em meu nome e em nome do povo do estado de Jonglei e da nação compartilho essa mensagem de condolências com as famílias e amigos nessa hora de pesar.” Denay ainda complementa o comunicado com a mensagem “Que suas almas descansem em paz.”

De acordo com a mídia africana, a aeronave comercial registrada sob a matrícula HK-4274 realizava um voo charter de Pieri para Yuai com 8 passageiros e 2 tripulantes, quando caiu logo após a decolagem de Pieri às 17:05 locais (12:05 em Brasília).

O comunicado oficial especifica que o acidente ocorreu na pista de decolagem do pequeno município de Pieri, no leste do país. Procurada pela AFP, a própria empresa afirma que algumas informações indicam "10 pessoas, outras 11 e outras 24", mas confirma que "todos estão mortos".

"Tudo que nos foi dito é que o avião decolou normalmente para chegar a Pieri, pousou e quando decolou para Juba caiu", disse nesta quarta-feira Duang Ayii, diretor da South Supreme Airlines. “Ninguém sabe até o momento o que causou o acidente, ainda não mandamos uma equipe de investigação a campo”, acrescentou.

Outro acidente

Em 2017, um avião da South Supreme Airlines pegou fogo ao pousar no estado de Wau, no noroeste do país. Trinta e sete passageiros ficaram feridos, mas todos sobreviveram.

O Sudão do Sul é um dos países menos desenvolvidos do mundo. Dois anos após sua independência, em 2011, conquistada depois um conflito sangrento com Cartum, o país mergulhou em uma guerra civil mortal que deixou 380.000 vítimas e que terminou oficialmente em fevereiro de 2020, com a criação de um governo de unidade nacional, que trouxe relativa paz.

(Com informações da AFP)

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.