Milhares de manifestantes protestam em Moscou e São Petersburgo em apoio a Navalny

Manifestantes seguram cartazes enquanto se manifestam em apoio ao político da oposição russo, Alexei Navalny, em frente à Embaixada Russa em Londres, Grã-Bretanha, em 21 de abril de 2021.
Manifestantes seguram cartazes enquanto se manifestam em apoio ao político da oposição russo, Alexei Navalny, em frente à Embaixada Russa em Londres, Grã-Bretanha, em 21 de abril de 2021. REUTERS - HENRY NICHOLLS

Milhares de manifestantes marcharam na noite desta quarta-feira (21) em Moscou e São Petersburgo em apoio ao oponente russo Alexei Navalny, preso e em greve de fome, apesar da grande força policial presente em ambas as cidades. 

Publicidade

A polícia russa contabilizou 6.000 pessoas na capital Moscou e 4.500 na segunda maior cidade da Rússia, São Petersburgo, mas os organizadores das manifestações não forneceram ainda estimativas de seus números.

Os jornalistas presentes notaram a presença de grandes multidões, embora não tenham atingido a escala das manifestações em janeiro, logo após a prisão de Navalny.

Cantando slogans como "Putin Ladrão!" e "Liberdade para Navalny!", os manifestantes em Moscou se reuniram perto do Kremlin e depois marcharam em direção à sede dos serviços de segurança (FSB).

Eles foram acompanhados por membros das forças de segurança, com capacetes e armados com cassetetes, mas que não intervieram, ao contrário do que havia acontecido em janeiro, quando as manifestações foram brutalmente suprimidas.

Os manifestantes oscilaram entre a determinação e uma certa decepção por não serem mais numerosos. “Não creio que esta ação consiga salvar Navalny, seria preciso pelo menos 200 ou 300 mil pessoas na rua. Aqui, não é o caso”, observou Alexandre Boutouzov, de 51 anos.

"É uma luta pelo futuro", disse Andrei Zamiatine, empresário de 51 anos: "Navalny quer mudar o sistema e está sendo punido por isso".

Em São Petersburgo, as prisões foram mais numerosas do que em Moscou, segundo um jornalista que viu um policial usar um taser contra um manifestante.

(Com informações da AFP)

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.