Primeiro-ministro do Iraque escapa ileso de atentado com drones levando explosivos

Forças de segurança iraquianas no exterior da Zona Verde de Bagdá (7/11/21).
Forças de segurança iraquianas no exterior da Zona Verde de Bagdá (7/11/21). AFP - SABAH ARAR

No Iraque, o primeiro-ministro Mustafa Al-Kadhimi escapou ileso de uma tentativa de assassinato na madrugada de sábado (6) para domingo (7). Três drones com explosivos tinham sua residência como alvo. Dois dos drones foram interceptados.

Publicidade

Muitos iraquianos foram acordados no meio da noite deste domingo por uma forte explosão, seguida de pesados ​​tiros, em direção ao centro político e diplomático da capital iraquiana, relata a correspondente da RFI em Bagdá, Lucile Wassermann.

O ataque aconteceu em plena Zona Verde, distrito com segurança reforçada onde estão localizadas os prédios do governo.

A tentativa de assassinato foi realizada por "três drones, dois dos quais foram abatidos" pela guarda de Moustafa Al-Kadhimi, de acordo com duas fontes de segurança. Os três aparelhos "foram lançados de um local próximo à ponte da República", antes de seguirem para a Zona Verde, disse uma dessas fontes. O terceiro conseguiu detonar sua carga contra a casa do primeiro-ministro, que escapou ileso. Dois guarda-costas ficaram feridos.

Milícias pró-Irã na mira dos suspeitos

Poucas horas depois, Mustafa Al-Kadhimi anunciou que estava bem e pediu calma na capital.

O ataque não foi reivindicado, mas as suspeitas estão voltadas para milícias pró-Irã, descontentes há várias semanas com os resultados das eleições legislativas de outubro. A ala política pró-Irã perdeu muitos assentos no Parlamento com o pleito.

Em várias ocasiões nas últimas semanas, eles ameaçaram o chefe de estado iraquiano..

Os Estados Unidos condenaram imediatamente um "aparente ato de terrorismo" contra "o coração do Estado iraquiano".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe todas as notícias internacionais baixando o aplicativo da RFI