Napoleão e o Brasil

Capítulo 4: Bonapartistas levam civilização europeia e luxo para corte do Rio de Janeiro

Áudio 08:26
O Paço Imperial, localizado na Praça XV de Novembro no Rio de Janeiro.
O Paço Imperial, localizado na Praça XV de Novembro no Rio de Janeiro. © A. Brandão/ RFI

A partir de 1815, com a queda de Napoleão Bonaparte e o Congresso de Viena, há o restabelecimento das relações diplomáticas entre a França e Portugal. Apesar do fim da ameaça bonapartista, Dom João, que estava no Rio de Janeiro desde 1808, decide manter a corte portuguesa no Brasil que é elevado a Reino Unido a Portugal e Algarves. O restabelecimento das relações amistosas propiciou a imigração de muitos franceses — comerciantes, militares, artistas — muitos deles bonapartistas.