Acesso ao principal conteúdo
Argélia

Abdelmadjid Tebboune eleito presidente da Argélia contestado pela população

Abdelmadjid Tebboune eleito nas presidenciais na Argélia contestado nas ruas de Argel
Abdelmadjid Tebboune eleito nas presidenciais na Argélia contestado nas ruas de Argel REUTERS/Ramzi Boudina
Texto por: João Matos
4 min

Abdelmadjid Tebboune, de 74 anos e ex-chefe do governo de Bouteflika foi ontem eleito presidente da Argélia, com 58,1% de votos, num escrutínio marcado por uma abstenção recorde de quase 60%, que decorreu num contexto de contestação e que todas as sextas-feiras desde fevereiro faz desfilar milhares de pessoas em todo o país. 

Publicidade

Mal foi anunciada a eleição pela Autoridade nacional de eleições de Abdelmadjid Tebboune,  logo na primeira volta das eleições presidenciais de ontem na Argélia a população saiu à rua para denunciar um escrutínio truncado.

Tebboune, ganhou, com 58,15%, dos votos estas presidenciais argelinas que contaram com 4 outros candidatos, mas por apenas de cerca de 40% do eleitorado que durante a campanha apelou ao boicote do escrutínio.

Esta manhã uma maré humana invadiu o centro da capital, Argel, para denunciar uma eleição truncada. Os manifestantes gritavam slogans como "Tebboune o teu mandato é um nado morto ou o vosso presidente não me representa".

Estas manifestações que têm acontecido todas as sextas-feiras são organizadas pelo movimento de contestação popular, Hibrak, vêem denunciando o sistema corrupto do deposto presidente Bouteflika.

Presidente eleito Tebboune pertence ao sistema corrupto Bouteflika 

Os manifestantes consideram que o presidente agora eleito, Tebboune, é também um corrupto que pertenceu ao sistema de Bouteflika e tido igualmente como sendo o apoiado pelo todo poderoso exército argelino que controla o país.

Tebboune, de 74 anos, é antigo primeiro ministro e ex-ministro de Bouteflika, ganhou frente Ali Benflis, também antigo primeiro minsitro, Azzedine Mihoubi, ex ministro da Cultura, Abdelkader Bengrine, ex-Ministro do Turismo e Abdelaziz Belaide, ex membro da Frente de Libertação Nacional, partido no poder. 

Em matéria de reacções, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse numa conferência de imprensa em Bruxelas, ter registado que Abdelmadjid Tebboune ganhou a eleição presidencial argelina logo na primeira volta insistindo no diálogo que deve ser aberto entre as autoridades e a população".  

Abdelmadjid Tebboune, ganhou eleições presidenciais, na Argélia logo na primeira volta

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.