Convidado

União Africana cria fundo para compra de material sanitário contra Covid-19

Áudio 10:05
Sede da União Africana em Addis Abeba, capital da Etiópia.
Sede da União Africana em Addis Abeba, capital da Etiópia. RFI/Paulina Zidi

A União Africana criou um fundo para compra de material sanitário para enfrentar a pandemia do novo coronavírus no continente africano.

Publicidade

O economista guineense Paulo Gomes lidera a equipa que tenta mobilizar recursos financeiros para comprar luvas, máscaras e material de protecção para os técnicos de saúde.

Os bancos, as seguradoras, o sector privado, os fundos financeiros e estados africanos são os potenciais financiadores da iniciativa para fortalecer a ajuda no continente sem depender unicamente da ajuda de outros países.

Uma semana depois do lançamento, o fundo já mobilizou cerca de 30 milhões de dólares, através das contribuições do Egipto, Quénia e África do Sul.

"Estamos perante uma questão de urgência", descreve o antigo administrador do Banco Mundial para 25 países africanos e antigo candidato à presidência da Guiné-Bissau, Paulo Gomes.

Numa altura em que o número de mortes provocadas pela Covid-19 em África é de 874 com mais de 16 mil casos registados em 52 países.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI