Semana em África

Guiné-Bissau: A semana em que a CEDEAO deu razão a Sissoco Embaló

Áudio 17:18
CEDEAO reconheceu Umaro Sissoco Embaló como vencedor das Presidenciais de 29 de Dezembro de 2019 na Guiné-Bissau.
CEDEAO reconheceu Umaro Sissoco Embaló como vencedor das Presidenciais de 29 de Dezembro de 2019 na Guiné-Bissau. AFP - SEYLLOU

Esta semana, a CEDEAO reconheceu Umaro Sissoco Embaló como o vencedor da segunda volta das presidenciais na Guiné-Bissau. África continuou com as atenções voltadas para a pandemia de Covid-19, com a ONU a alertar para uma fome de “proporções bíblicas”. Na Guiné-Bissau, a suspensão da campanha de caju já está a provocar fome. A crise sanitária está a arrastar o mundo para uma crise económica e os países afro-lusófonos não escapam. Para ouvir nesta edição de SEMANA EM ÁFRICA.