Acesso ao principal conteúdo
Convidado

História revisitada face ao "racismo normalizado das sociedades"

Áudio 10:19
A cabeça da estátua de Cristóvão Colombo foi tirada durante um protestos contra o racismo, EUA, 10 de Junho de 2020.
A cabeça da estátua de Cristóvão Colombo foi tirada durante um protestos contra o racismo, EUA, 10 de Junho de 2020. REUTERS - BRIAN SNYDER
Por: Lígia ANJOS
12 min

Nos Estados Unidos da América, manifestantes derrubaram a estátua de Cristvão Colombo. Londres avalia retirar esculturas de escravocratas vandalizadas durante protestos anti-racismo. A Bélgica removeu o rei do período colonial.

Publicidade

A morte do cidadão norte-americano George Floyd levantou, nas últimas semanas, ondas de protestos um pouco por todo o mundo.

A opinião pública revisita a história e questiona, uma vez mais, o passado colonial e ao legado de algumas figuras mais marcantes.

"O século XX ficou marcado por mobilizações históricas importante e os protestos de hoje são a continuação da tentativa de descolonizar o nosso presente", lembra Bruno Sena Martins, investigador de origem cabo-verdiana e guineense, co-coordenador do programa de direitos humanos nas sociedades contemporânea do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra (UC).

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.