Acesso ao principal conteúdo
Semana em África

IURD em guerra acesa entre pastores angolanos e brasileiros

Áudio 14:38
Igreja Universal do Reino de Deus, Luanda. 14 de Novembro de 2012.
Igreja Universal do Reino de Deus, Luanda. 14 de Novembro de 2012. © AFP - ESTELLE MAUSSION
Por: Marco Martins
34 min

O nosso programa "Semana em África" tem como principal destaque a guerra acesa entre pastores angolanos e brasileiros na Igreja Universal do Reino de Deus.

Publicidade

Num movimento sem precedentes, os pastores angolanos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) anunciaram uma cisão com os pastores da liderança brasileira da igreja. Os pastores angolanos da IURD tomaram as igrejas do país por não se reverem com a gestão brasileira, que acusam de desviar recursos para o exterior, discriminar funcionários locais e de promover a vasectomia de sacerdotes africanos como aponta o pastor angolano Silva Matias.

A polícia está a patrulhar desde o início da semana vários templos da Igreja Universal do Reino de Deus desde que parte do clérigo angolano contesta a liderança brasileira do movimento evangélico, com igrejas a serem ocupadas ou ameaçadas de ocupação por uma ou outra ala. Nestor Goubel, porta-voz da polícia de Luanda, faz-nos o ponto da situação.

Os cenários de ocupação de templos pela ala de pastores locais ou brasileiros da Igreja Universal do Reino de Deus leva o jurista Catumbela de Sá, que acompanha de perto o processo, a denunciar a prática de crimes por parte dos pastores angolanos descontentes.

O Procurador Geral da República de Angola, Hélder Pitta Grós, no caso das desavenças em curso no seio da Igreja Universal do Reino de Deus opondo pastores angolanos e brasileiros admite que o SIC, Serviço de investigação criminal, tem um processo crime em tramitação enquanto os advogados da instituição apresentaram uma outra queixa-crime.

Continuamos com o resto da actualidade na África Lusófona,

Uma publicação do semanário Folha 8 dando a entender que o primeiro presidente angolano, Agostinho Neto, era escravocrata, tem estado no centro de uma ampla controvérsia, o MPLA repudiou a informação. William Tonet é o director do Folha 8 e afirma-se estarrecido com o posicionamento do partido no poder sobre uma publicação no Facebook.

O MPLA, partido no poder, repudia uma publicação no Facebook do semanário Folha 8. Jorge Valentim, nacionalista angolano, antigo membro da UNITA, e agora parte do comité central do MPLA, alega que tal se trata de uma prova do desconhecimento da história de Angola e da história universal.

Na Guiné-Bissau, o Procurador Geral da República, Fernando Gomes, convocou para o próximo dia 29, sete juízes conselheiros do Supremo Tribunal de Justiça. Os juízes vão ter que ser ouvidos perante um magistrado sobre os contornos da sua reunião plenária do passado dia 17 em que deveriam ter tomado uma decisão sobre o contencioso eleitoral decorrente das eleições presidenciais, cujos resultados foram contestados na justiça por Domingos Simões Pereira, candidato declarado derrotado no escrutínio. A sessão plenária do Supremo Tribunal ficou inconclusiva e agora os juízes do órgão vão ter que se explicar perante a Procuradoria-Geral da República. O advogado e analista político Luís Vaz Martins diz que é tudo uma estratégia do actual poder político na Guiné-Bissau para destituir o Supremo Tribunal de Justiça.

Em Moçambique a polícia de Nampula, no Norte, interpelou no distrito de Rapale, 25 jovens que se suspeita iam juntar-se aos grupos terroristas que actuam na província de Cabo Delgado. Este foi um anúncio feito pelo porta-voz da polícia de Nampula como nos relata Orfeu Lisboa, o nosso correspondente.

Os são-tomenses vão brevemente beber água mineral produzida localmente. A fábrica com um historial de 11 anos entre a sua concepção e a conclusão das obras, entrará em funcionamento no segundo semestre deste ano e vai produzir 12 mil litros diários de água. 

Semana Em África 27-06-2020 MM

Chegamos assim ao fim desta Semana em África.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.