Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde/ONU

Cabo Verde: Cristina Duarte nomeada conselheira especial para África da ONU

Cristina Duarte, antiga ministra cabo-verdiana das finanças, nomeada pelo secretári-geral da ONU António Guterres, conselheira especial para África.
Cristina Duarte, antiga ministra cabo-verdiana das finanças, nomeada pelo secretári-geral da ONU António Guterres, conselheira especial para África. Emerging markets
Texto por: RFI
3 min

António Guterres, secretário-geral da ONU, nomeou esta quinta-feira a antiga ministra das finanças e do planeamento de Cabo Verde, Cristina Duarte, para sua conselheira especial para África.

Publicidade

As Nações Unidas anunciaram esta sexta-feira (3/07) a nomeação na véspera por António Guterres da antiga ministra de Cabo Verde, Cristina Duarte, para conselheira do secretário-geral da ONU para África, sucedendo à namibiana Bience Gawanas.

Até agora, Cristina Duarte, actualmente com 57 anos de idade, era membro da comissão de especialistas da ONU sobre administração pública, junto do conselho director para assuntos económicos e sociais, dirigido pelo Presidente do Ruanda Paul Kagame, do qual faz também parte o economista guineense Carlos Lopes.

Em entrevista concedida à Rádio ONU no ano passado Cristina Duarte evocou a forma como encara o futuro de África.

Cristina Duarte, nomeada conselheira especial para África da ONU

O chefe da diplomacia cabo-verdiana Luís Filipe Tavares, em nome do Governo de Cabo Verde e em seu nome pessoal, felicotou vivamente Cristina Duarte pela sua nomeação.

A presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, também já felicitou Cristina Duarte, considerando que se trata de "um grande marco para Cabo Verde, para África e para as mulheres ! A competência e a seriedade prevalecem sempre! Desejamos-te os maiores sucessos e estamos confiantes que África ganhará!", escreveu na sua página do Facebook.

Por sua vez, José Maria Neves, que foi primeiro-ministro de Cabo Verde quando Cristina Duarte era ministra das Finanças, disse que se sente "orgulhoso de ti, sinto-me radiante por tudo o que fizemos juntos pelo futuro. Sucessos. A África merece-te !", escreveu.

Quem também assinalou "orgulho" pelo facto foi a presidente do Instituto Cabo-verdiano da Igualdade e Equidade de Género (ICIEG), Rosana Almada.

"Mulher cabo-verdiana a integrar a equipa mais paritária de sempre das Nações Unidas. Quando a paridade é um imperativo, quebram-se, naturalmente, os telhados de vidro e todos os outros argumentos ficam para trás", salientou a líder institucional.

Perfil de Cristina Duarte 

Cristina Duarte, nascida a 2 de setembro de 1962, antes de participar na vida política activa, dirigiu um projecto do Banco Mundial para o sector privado e foi directora de planeamento e estudos do Ministério da Agricultura cabo-verdiano.

Cristina Duarte, tem 34 anos de experiência profissional em políticas públicas e gerenciamento de projectos para o desenvolvimento.

Tem um mestrado em administração de negócios e gerenciamento internacional, é bacharel em políticas públicas, chefiou as pastas das Finanças e do Planeamento em Cabo Verde entre 2006 e 2016, durante o governo do PAICV e em 2015 foi candidata à presidência do BAD - Banco Africano de Desenvolvimento de que foi governadora (oiça aqui a sua entrevista à RFI em 2015),tal como do Banco Mundial e do FMI.

A agora nomeada assessora de António Guterres para África, trabalhou também no Citibank no Quénia como gestora de relações institucionais e financeiras, chegando a vice-presidente da instituição neste país africano.

Em 2014 Cristina Duarte foi considerada pela revista Financial Afrik como uma das 100 pessoas mais influentes em África.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.