Acesso ao principal conteúdo
Sudão

Julgamento de Omar al-Beshir adiado para Agosto

Omar al-Beshir, antigo Presidente do Sudão.
Omar al-Beshir, antigo Presidente do Sudão. AFP/Khaled Desouki
Texto por: RFI
2 min

O processo do antigo Presidente do Sudão e de outras 27 pessoas acusadas de conspiração no golpe de Estado de 1989 começou esta terça-feira, em Cartum. A audiência foi suspensa a pedido da defesa de Omar al-Beshir o julgamento retoma a 11 de Agosto.   

Publicidade

O presidente do Tribunal declarou na abertura da audiência que cada um dos 28 acusados será ouvido e ser-lhes-a dada a possibilidade de se defenderem.

No entanto, a audiência foi suspensa a pedido dos advogados de defesa de Omar al-Beshir que alegou precisar de mais tempo para a preparação dos argumentos.

Segundo a agência noticiosa estatal SUNA, os procuradores acusam Omar al-Bashir de conspirar no golpe de 1989 que depôs o Governo eleito do primeiro-ministro, al-Sadiq al-Mahdi.

O antigo Presidente do Sudão tem estado detido em Cartum desde a sua expulsão do poder, enfrentando vários julgamentos separados relacionados com o seu governo e a revolta que o ajudou a expulsar.

O Tribunal Penal Internacional emitiu no passado um mandado de captura sob a acusação de crimes de guerra e genocídio ligados ao conflito do Darfur nos anos 2000.

Três juízes dirigem este julgamento sem precedentes no mundo árabe, uma vez que nenhum autor de um golpe de Estado bem-sucedido terá sido julgado na história recente.

A próxima audiência está marcada para o dia 11 de Agosto.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.