Acesso ao principal conteúdo
Semana em África

A semana em que a CEDEAO não conseguiu resolver a crise maliana

Áudio 13:08
O chefe de Estado do Níger e presidente em exercício da CEDEAO, Mahamadou Issoufou, à chegada à capital do Mali neste 23 de Julho de 2020.
O chefe de Estado do Níger e presidente em exercício da CEDEAO, Mahamadou Issoufou, à chegada à capital do Mali neste 23 de Julho de 2020. MICHELE CATTANI / AFP
Por: Liliana Henriques

Esta semana, a crise maliana esteve no centro das atenções com a CEDEAO a tentar operar uma mediação que até ao momento não conseguiu alcançar os seus objectivos. Enquanto isso, perante a pandemia de covid-19, a Guiné-Bissau debate-se com falta de medicamentos, Angola estabelece um cordão sanitário num bairro comercial da sua capital e Moçambique reflecte sobre uma possível anulação do ano lectivo.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.