Acesso ao principal conteúdo
Etiópia/ Política

Forças dissidentes de Tigré bombardeiam aeroportos no Estado etíope de Amhara

Habitantes do Estado etíope do Tigre  fogem  dos  combates entre as forças separatistas locais  e  as governamentais na  sexta-feira dia  13 de Novembro de 2020
Habitantes do Estado etíope do Tigre fogem dos combates entre as forças separatistas locais e as governamentais na sexta-feira dia 13 de Novembro de 2020 AFP
Texto por: RFI
4 min

Disparos com morteiros efectuados pelas forças separatistas do Tigre alvejaram, na noite de sexta-feira, os aeroportos de  duas  cidades vizinhas do Estado de Amhara. Segundo as autoridades de Addis Abeba e do Estado do Tigré, violentos combates decorrem entre o exército e as forças locais opostas ao governo central etíope.     

Publicidade

O  governo  etíope  anunciou  que  um  morteiro danificou  o aeroporto de  Gondar e que um segundo morteiro  caiu  perto do aeroporto  da cidade  de  Bahir  Dar.

Ambas as cidades estão situadas no Estado  de  Amhara, no norte  da  Etiópia.  As autoridades   etíopes não  anunciaram a  existência  de  vítimas, mas  acusaram as forças separatistas  do Tigré de  atacarem  as populações civis.

Os dirigentes do Tigré  afirmaram que vão retaliar, depois dos  recentes  ataques  aéreos das forças  governamentais contra as bases militares  da  província .

De acordo com o presidente do Estado do Tigré, Debretsion Gebremichael, todos os aeroportos utilizados para levar a cabo ataques serão alvos  legítimos, não as cidades do Estado  de Amhara.

Os  combates,  entre as  forças dissidentes  do Tigré e  as governamentais , provocaram nas últimas semanas  centenas  de mortos  e  levaram milhares  de  civis  a  refugiarem-se  no  vizinho Sudão.

O  porta-voz  das  forças dissidentes do  Tigré, Getachew Reda, em  declarações à um canal de televisão regional, ameaçou também atacar infra-estruturas  da capital da Eritreia, Asmara, assim  como   Massawa, porto  eritreano situado no Mar Vermelho.  

As Nações Unidas, a União Africana e outras organizações receiam, que os combates actuais entre o exército etíope e as forças dissidentes do Tigre  se  espalhem  por outras zonas da Etiópia, segundo país  mais  povoado  da  África, e desestabilizem o conjunto da região  do Corno da  África.

Combates violentos entre forças governamentais e dissidentes do Tigre na Etiópia 14 11 2020

          

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.