Congo/Política

Resultados de eleições congolesas apontam vitória de Sassou Nguesso

O presidente da República do Congo, Denis Sassou Nguesso, foi reeleito para um sexto mandato com mais  de 80% dos votos. A sua vitória foi anunciada na terça-feira, 22 de Março de 2021.
O presidente da República do Congo, Denis Sassou Nguesso, foi reeleito para um sexto mandato com mais de 80% dos votos. A sua vitória foi anunciada na terça-feira, 22 de Março de 2021. EVGENIA NOVOZHENINA / POOL / AFP

Os resultados parciais, da eleição presidencial congolesa de domingo,confirmaram a nova vitória do chefe de Estado cessante, Denis Sassou Nguesso. Segundo o apuramento do escrutínio, Denis Sassou Nguesso obteve uma vitória esmagadora com mais de oitenta porcento dos votos, na  primeira volta.  

Publicidade

De acordo com números divulgados pela Comissão Eleitoral congolesa,   Denis Sassou Nguesso obteve em Poto-Ptoto, bairro de Brazzaville,  89,15 dos votos.

 

Segundo Henri Bouka, presidente da Comissão Eleitora, o  resultado  de Poto-Poto, favorável ao chefe de Estado cessante,  foi uma tendência que  se confirmou noutras regiões da República do Congo.

 

Denis Sassou Nguesso, que era o favorito do escrutínio de 21 de Março, consolida o seu poder na  liderança do país da África central, depois da morte, na madrugada de segunda-feira, do também candidato e principal opositor, Guy-Brice Parfait Kolelas, aos 61 anos de idade.

 

Os resultados definitivos da eleição presidencial congolesa foram anunciados na terça-feira dia 23  de Março, pelo ministro do Interior, Raymond Zephirin Mboulou,  que confirmou a vitória de Dennis Sassou Nguesso com 88,57 dos sufrágios.

Kolelas obteve 7,84% dos votos e  o ex-ministro e igualmente opositor, Mathias Dzon, ficou na  terceira posição  1,90% dos votos.

Em 2016, Sassou Nguesso foi eleito na primeira volta com 60% dos votos. Kolelas obteve 15%, na  referida  eleição cujos resultados foram violentamente contestados.

Nesse ano,  dois opositores e candidatos, Jean-Marie Michel Mokoko  e André Okombi Salissa ,foram detidos e condenados à uma pena  de prisão de  vinte anos por "atentado contra a segurança  de Estado" .  

O ex-ministro MathiasDzon, apresentou um recurso ao Tribunal Constitucional, pedindo a anulação do escrutínio de 21 de Março, alegando que o mesmo foi calamitoso.

Com excepção de uma ligeira tensão, registada nas imediações da sede da União Panafricana para Social Democracia (UPASD), partido do falecido Guy-Brice Parfait Kolelas, que resultou na agressão do correspondente de TV5 Monde,Berdy Pambou e do seu operador de câmara, não se registaram distúrbios,depois da eleição de domingo.  

Segundo os analistas,uma das prioridades de Dennis Sassou Nguesso, de 77 anos, vai ser o reatamento das relações entre o Congo e  o Fundo Monetário Internacional, de  forma a relançar a economia do seu país, fortemente endividado.

  

      

     

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI