Gabão

Gabão pode aderir brevemente à Commonwealth

Presidente gabonês Ali Bongo fala numa "viragem histórica" para o seu país.
Presidente gabonês Ali Bongo fala numa "viragem histórica" para o seu país. © AFP

O Gabão, país africano de língua francesa, deve aderir brevemente à Commonwealth, organização anglófona da qual também faz parte Moçambique. 

Publicidade

Ali Bongo, o presidente gabonês, avistou-se nesta terça-feira em Londres com Patricia Scotland, a secretária-geral da Commonwealth, organização reunindo 54 países, a maioria de língua inglesa.

Uma delegação dessa organização também se tinha deslocado recentemente à capital do Gabão para avaliar se a candidatura do país da África central cumpria os requisitos em termos de direitos humanos e democracia.

Não se conhecem por enquanto as conclusões dessa missão, mas a adesão poderia vir a ocorrer nas próximas semanas, uma "viragem histórica" nas palavras de Ali Bongo.

Há mais de uma década que o Gabão encetou contactos com a Commonwealth neste sentido, o inglês deve ser introduzido como segunda língua.

Trata-se de uma forma de permitir aos jovens uma melhor inserção no mundo profissional através do domínio do inglês, sem supostamente beliscar-se a importância do francês.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI