Sudão

Sudão vai entregar ex presidente ao Tribunal Penal Internacional

Presidente sudanês Omar al Bashir a 19 de Agosto de 2021 ao comparecer em Cartum perante a justiça.
Presidente sudanês Omar al Bashir a 19 de Agosto de 2021 ao comparecer em Cartum perante a justiça. Ebrahim HAMID AFP/File

O Sudão vai entregar o antigo presidente Omar al Bashir e dois outros dirigentes ao Tribunal penal internacional por genocídio no Darfur.

Publicidade

O anúncio foi feito pela ministra dos negócios estrangeiros, Mariam Al Mahdi, numa audiência, em Cartum, com o novo procurador geral do TPI, Karim Khan.

A medida foi tomada em Conselho de ministros e permitirá, segundo a chefe da diplomacia sudanesa, obter justiça para as vítimas da guerra no Darfur.

O dispositivo tem ainda que ser debatida entre o governo e o Conselho soberano, a maior instância responsável pela transição.

O Darfur, na região ocidental do Sudão, foi palco desde 2003 de um conflito opondo o regime de maioria árabe de al Bashir aos rebeldes oriundos de minorias étnicas que denunciavam a marginalização de que eram alvo.

A guerra fez cerca de 300 000 mortos e quase 2,5 milhões de deslocados, segundo dados das Nações Unidas.

Al Bashir, de 77 anos, foi derrubado em Abril de 2019 após 3 décadas no poder, de um regime com mão de ferro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI