Futebol

CAN2021: Sorteio complicado para Cabo Verde e Guiné-Bissau

Les anciennes stars du football africain au moment du tirage au sort de la Coupe d'Afrique des nations 2021, à Yaoundé, le 17 août.
Les anciennes stars du football africain au moment du tirage au sort de la Coupe d'Afrique des nations 2021, à Yaoundé, le 17 août. © AFP - DANIEL BELOUMOU OLOMO

O sorteio do Campeonato Africano das Nações decorreu em Yaoundé nos Camarões, país organizador, com duas Nações lusófonas: Cabo Verde e Guiné-Bissau.

Publicidade

A Selecção cabo-verdiana e a congénere guineense tiveram um sorteio complicado para o CAN2021 que vai decorrer de 9 de Janeiro a 6 de Fevereiro de 2022 nos Camarões devido à pandemia de Covid-19.

Os Tubarões Azuis integram o Grupo A juntamente com os camaroneses, o Burkina Faso e a Etiópia. Os cabo-verdianos terão pela frente duas selecções que já venceram a prova. 

Os Camarões venceram cinco vezes a prova - 1984, 1988, 2000, 2002 e 2017 - enquanto os etíopes arrecadaram o troféu uma vez, em 1962.

Os cabo-verdianos vão participar pela terceira vez na fase final, sendo que o melhor resultado foi ter alcançado os quartos-de-final em 2013 na África do Sul.

O primeiro jogo de Cabo Verde será frente à Etiópia a 9 de Janeiro em Yaoundé.

Os Djurtus estão no Grupo D com a Nigéria, o Egipto e o Sudão. Sorteio ainda mais complicado visto que todos os adversários dos guineenses venceram a prova.

Os egípcios venceram sete vezes - 1957, 1959, 1986, 1998, 2006, 2008 e 2010 -, os nigerianos arrecadaram o troféu três vezes - 1980, 1994 e 2013 - e os sudaneses conquistaram o título em 1970.

No que diz respeito à Guiné-Bissau é a terceira participação consecutiva na fase final e nunca conseguiu ultrapassar a fase de grupos do Campeonato Africano das Nações.

Os guineenses defrontam o Sudão a 11 de Janeiro em Garoua, no Norte do país.

De notar que o detentor do título, a Argélia, integra o Grupo E com a Costa do Marfim, a Guiné Equatorial e a Serra Leoa.

A prova nos Camarões vai ter um total de 52 jogos disputados em seis estádios em cinco cidades diferentes: Yaoundé, Douala, Limbé, Bafoussam e Garoua.

Recorde-se que no historial do CAN, a Selecção Lusófona com o maior número de presenças na prova é Angola com oito participações.

Crónica de Marco Martins 18-08-2021

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI