Acesso ao principal conteúdo
Relations internacionais/Moçambique

Moçambique: Presidente Nyusi regressa de Commonwealth com boas perspectivas

O Presidente do Quénia, Uhuru Kenyatta, e o chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi em  Maputo. 29 de Março de 2018.
O Presidente do Quénia, Uhuru Kenyatta, e o chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi em Maputo. 29 de Março de 2018. MAURO VOMBE / AFP
Texto por: RFI
4 min

A cimeira da commonwealth que decorreu na capital londrina foi produtiva, considerou no seu balanco o Presidente Nyusi que regressou sábado à Moçambique. Filipe Nyusi afirmou que mais do que um momento para reforcar a diplomacia económica e política bem como promover a imagem de Moçambique, o encontro contribuiu para eliminar dúvidas e dissipar equívocos da comunidade internacional sobre as questoes relativas à paz e às dividas ocultas estimadas em 2 mil milhões de dolares, contraídas pelas empresas EMATUM, MAM e Proindicus ,com o aval do Estado, mas sem o consentimento do Parlamento. Mais pormenores com Orfeu Lisboa.

Publicidade

O presidente mocambicano regressou na manha deste sabado ao país depois de ter participado em Londres na reunião dos chefes de Estado e de governos da Commonwealth.Filipe Nyusi afirma regressado do encontra com mais confiança e boas perspectivas .

Durante quatro dias, em terras de sua magestade, Filipe Nyusi reforcou a diplomacia política, económica e financeira e defendeu a partilha de responsabilidades com os bancos credores no caso das dívidas ocultas estimadas 2 mil milhões de dólares.

Da cimeira da Commonwealth Mocambique regressa com uma garantia de que serão disponibilizados pelo Reino Unido ao país, 2 mil milhões de libras para investimentos em vários sectores de actividade.

O Primeiro-ministro indiano, Narendra Modi manifestou também o interesse do seu país em investir no sector da saúde moçambicano. Cada vez mais cidadãos moçambicanos têm-se deslocado à India por motivos médicos .

Durante o seu encontro com o Chefe de Estado de Moçambique, Narendra Modi, informou que para além da saúde, a India está disponível para entrar e prestar serviços no mercado financeiro moçambicano.

Filipe Nyusi, que se avistou com alguns homólogos de países da Commonwealth, como Muhammadu Buhari da Nigéria, Uhuru Kenyatta do Quénia e Paul Kagame do Ruanda, espera melhorar o ambiente de negócios em Moçambique,de forma a facilitar o investimento estrangeiro, designadamente no sector privado do país da África austral.

Correspondência Orfeu Lisboa. Maputo 21 04 2018

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.