Acesso ao principal conteúdo
Política /Cabo Verde

Cabo Verde adia isenção de vistos para cidadãos de União Europeia

Baía de Mindelo, ilha de São Vicente. Cabo Verde. Imagem de arquivo.
Baía de Mindelo, ilha de São Vicente. Cabo Verde. Imagem de arquivo. DANIEL SLIM / AFP
Texto por: RFI
2 min

A isenção de vistos de entrada em Cabo Verde para cidadãos da União Europeia e Reino Unido, anunciada para Maio, foi adiada para Janeiro de 2019. O Governo cabo verdiano sublinha que o adiamento foi concertado com os operadores turísticos e que vai permitir a 1 de janeiro de 2019 a todas as entidades estarem alinhadas e preparadas para a entrada em vigor da isenção de vistos. Odair Santos com mais pormenores de Cabo Verde

Publicidade

Cabo Verde aprova a alteração do decreto para a concretização da lei de isenção de vistos, que entra em vigor em Janeiro de 2019.

Somente a partir de Janeiro do próximo ano os cidadãos da União Europeia e do Reino Unido que visitarem Cabo Verde vão estar isentos do pagamento de vistos.

A medida do Governo foi aprovada em Conselho de Ministros e o adiamento de Maio deste ano para Janeiro de 2019 foi concertado com os operadores turísticos que vão ter de adaptar as suas plataformas à plataforma de pré-registo a ser criada no âmbito deste processo, como disse à imprensa, o ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire.

A taxa de segurança aeroportuária, segundo o governante, vai compensar a perda estimada de cerca de 22 milhões de euros de receita com a isenção de vistos aos cidadãos da União Europeia e do Reino Unido.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística, os principais países emissores de turistas para Cabo Verde são Reino Unido, Alemanha, Países Baixos, França e Portugal.

O Reino Unido, com 23,6% total das entradas, seguido da Alemanha, com 11,2%, os Países Baixos e a França com igual percentagem, 9,7%, enquanto Portugal é responsável por 9,5% das entradas. O arquipélago tem uma média de 500 a 600 mil turistas por ano, mas quer chegar a um milhão até 2021.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.