Cultura/Portugal

Madonna: as facetas de Madame X

Madonna. Uma das facetas da Senhora X.2019
Madonna. Uma das facetas da Senhora X.2019 REUTERS/Eduardo Munoz

Madonna tem novo disco, o seu 14º álbum de estúdio. “Madame X” é lançado hoje, inspira-se também em Portugal onde vive a cantora. A digressão europeia da artista vai começar em janeiro de 2020 com seis concertos no Coliseu de Lisboa. Extractos  escutados de Madame X: Faz gostoso  e  Batuka.

Publicidade

Madame X, décimo quarto album da carreira de Louise Ciccone, aliás Madonna, leva a ícone da pop mundial aos becos, ruas e travessas de uma cultura lusófona plural descoberta pela artista norte-americana em Lisboa, onde ela reside.

Inspirado pelas noites de Lisboa e nomeadamente pelo encontro com o músico de origem cabo verdiana, Dino D'Santiago, que iniciou Madonna à diversidade cultural da capital portugesa, Madame X é uma variante de pop internacional, de reggaeton, de referências às raízes do fado, às batucadeiras de Cabo Verde e às pulsações do kuduro angolano e do funk brasileiro-carioca, com uma conteudística eminentemente social e política.

Gravado em Lisboa, Londres,Nova Iorque e Los Angeles, Madame X, álbum de estéticas múltiplas e texturas sónicas dos anos 2010, teve as colaborações de Dino D'Santiago, da brasileira Anita e do colombiano Maluma, e segundo Madonna foi inspirado, pela sua vivência em Lisboa. Aliás Madonna, prestou uma breve homenagem à Portugal.

Madonna, disse que Madame X,foi inspirado por Portugal e uma carta de amor ao país lusitano e à sua bela cultura.

Madonna efectuará a partir de Setembro uma digressão mundial que começará pelos Estados Unidos e posteriormente passará por Lisboa, Londres e Paris, onde a artista norte-americana dará vários concertos na sala Grand Rex no mês de Fevereiro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI