Angola / cheias

Milhares de desalojados e vários mortos devido às cheias

Luanda foi assolada por fortes chuvas
Luanda foi assolada por fortes chuvas Radio Ecclesia

As chuvas torrenciais que assolaram as regiões Norte, Leste e Sul deixaram um importante rasto de destruição. Mais de uma dezenas de pessoas morreram e dezenas de milhares de outras ficaram desalojadas. A região do Cunene é a mais afetada.

Publicidade

Mais de cinquenta mil pessoas teriam ficado sem casa, alegam organizações não governamentais. A situação mais crítica é a que se registou no Cunene, referem as autoridades governamentais.

Esta província do sul do país debate-se com a destruição de casas e de campos agrícolas, morte de gado, para além de dez mil novos desalojados e cinco mil alunos fora do ensino, referem as autoridades de Luanda.

A ajuda só chegava às populações por via aérea, com a sede do governo provincial a estar cercada pela água que atingiu mais de dois metros de altura.

E isto numa altura em que desalojados de intempéries dos dois anos anteriores continuam a viver em condições dramáticas em campos de várias regiões.

O apoio do governo estaria muito longe de satisfazer as necessidades básicas de milhares de famílias que vivem em tendas, com as respectivas crianças longe do sistema escolar.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI