MOÇAMBIQUE

Antigo ministro do Interior de Moçambique condenado a dois anos de cadeia

Almerino Manhenje, antigo ministro moçambicano do Interior
Almerino Manhenje, antigo ministro moçambicano do Interior O País

Almerino Manhenje, antigo ministro moçambicano do Interior, foi condenado nesta terça-feira a dois anos de prisão num caso de abuso de funções, pagamentos indevidos e violação da legalidade orçamental.Foram ainda condenados a esta mesma pena dois outros réus, ambos antigos quadros superiores deste mesmo Ministério moçambicano.

Publicidade

Em menos de um ano a justiça moçambicana condenou dois antigos ministros a penas de prisão.

Em Março do ano passado António Munguambe, ex ministro dos transportes e comunicações, foi condenado a 20 anos de cadeia num caso de desvio de mais de 54 milhões de meticais dos cofres da empresa Aeroportos de Moçambique.

Nesta terça-feira foi a vez de Almerino Manhenje, antigo responsável da pasta do Interior, ser condenado a dois anos de cadeia, com dois antigos quadros superiores dessa mesma estrutura.

Em causa estão crimes de abuso de funções, violação da legalidade orçamental e pagamentos indevidos.

O advogado da defesa anunciou já a sua intenção em recorrer da sentença para o Tribunal Supremo.

Este foi um caso acompanhado por Carlos Jossia, correspondente da RFI em Maputo.

 

Carlos Jossia

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI