Acesso ao principal conteúdo
África

Guiné Bissau aposta na enegia solar

Miguel Martins
Texto por: Neidy Ribeiro
3 min

O governo em parceria com a autarquia guineense e o -UNIOGBIS- lançaram um projecto inovador que passa pela iluminação pública solar, e pela sinalização rodoviária nas principais artérias.  O objectivo é criar segurança na circulação nocturna da cidade.

Publicidade

Levar a iluminação solar à cidade de Bissau. É este o objectivo do projecto  financiado pelo Gabinete Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da paz na Guiné Bissau- UNIOGBIS. O projecto inovador conta ainda com o apoio do governo, nomeadamente do ministério da economia e integração regional, sob a coordenação da autarquia guineense.

Orçado em cerca de 300 mil doláres, a iniciativa vai incidir, segundo o Presidente da Câmara Municipal da Guiné Bissau, Armando Napoco, sobre duas áreas que passam pela sinalização rodoviária , colocação de semáforos e iluminação das principais artérias da cidade.

De referir, qua actualmente, a Guiné Bissau enfrenta graves problemas de luz eléctrica, com a única Empresa de Electricidade e Águas a produzir cerca de 5 mega watt, dos trinta necessários para o consumo eléctrico em Bissau.

 

Armando Napoco, Presidente da Câmara Municipal da Guiné Bissau

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.