Guiné Bissau

Presidenciais de Março com 4 pré-candidatos do PAIGC e 1 do PRS

Cidade de Bissau, a capital da Guiné-Bissau
Cidade de Bissau, a capital da Guiné-Bissau Flickr/Colleen Taugher

No quadro das eleições presidenciais antecipadas de 18 de Março, o PAIGC no poder, já conta com 4 pré-candidatos nomeadamente o seu líder e primeiro-ministro Carlos Gomes Júnior, o primeiro vice-presidente do Parlamento Serifo Nhamadjo, Baciro Djá, ministro da defesa e Soares Sambú, antigo ministro dos negócios estrangeiros que foi também conselheiro do malogrado Presidente Malam Bacai Sanhá.

Publicidade

O PAIGC, partido africano da independência da Guiné Bissau e Cabo Verde, vai agora reunir no próximo fim de semana o seu comité central, órgão máximo entre os congressos, para escolher o seu candidato oficial.

Carlos Gomes Júnior que é o líder do partido, já disse ser ele o "candidato natural" do PAIGC. Mas os seus três camaradas consideram também legítimas as suas pré-candidaturas pelo que a decisão final competirá ao comité central.

Do lado da oposição, o PRS, partido da renovação social parece querer apostar outra vez no seu líder histórico Kumba Ialá que do Senegal onde tem estado a viver nos dois últimos, já mandou dizer que regressará ao país nos próximos dias para se apresentar a essas presidenciais e 18 de Março.

O antigo presidente interino e empresário Henrique Rosa também avança para este escrutínio como candidato.

O Supremo tribunal  já anunciou que o prazo para a entrega das candidaturas decorre até ao dia 10 deste mês de Fevereiro.

Clique mais abaixo à esquerda e oiça o nosso correspondente Mussa Baldé de Bissau.

 

Moussá Baldé, correspondente em Bissau

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI