Acesso ao principal conteúdo
Guiné - Bissau

Guiné-Bissau: primeira pedra da estrada Mansoa/Farim

Liliana Henriques/RFI
Texto por: RFI
5 min

O Primeiro Ministro de Transição da Guiné-Bissau, Rui Duarte de Barros, presidiu hoje o acto inaugural da colocação da primeira pedra da estrada que ligará Mansoa a Farim, cidade situada a poucos kms da fronteira sul do Senegal. Esta nova via rodoviária permitirá ligar rápidamente a Guiné-Bissau ao Senegal, e desenvolver economicamente toda a região.  

Publicidade

O troço de estrada terá 55 km, e será a segunda via de acesso rodoviário ao Senegal, partindo da zona norte da Guiné Bissau. Segundo o Primeiro Ministro de Transição da Guiné-Bissau, Rui Duarte de Barros, esta nova via rodoviária permitirá ligar rápidamente a Guiné-Bissau ao Senegal, desenvolvento economicamente toda a região.

O financiamento da estrada ligando Mansoa a Farim está a cargo do Banco Oeste Africano de Desenvolvimento (BOAD), e da União Monetéria Oeste Africana ( UEMOA ), entidades que concederam uma linha de crédito de cerca de 12 biliões e meio de francos CFA à Guiné Bissau. Rui Duarte de Barros agradeceu este acto de solidariedade: 

Rui Duarte de Barros, primeiro-ministro guineense de transição

A construção desta estrada facilitará a circulação de bens e de pessoas, aumentará as trocas comerciais entre o Norte da Guiné Bissau e o Sul do Senegal, e poderá contribuir para melhorar o nível de vida das populações rurais daquela zona, tirando-as do isolamento em que vivem.

Se tudo correr como previsto, a estrada estará pronta dentro de pouco mais de um ano, como nos disse Mussá Baldé, correspondente da RFI em Bissau.

 

Correspondência da Guiné Bissau

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.