Moçambique

Novas tarifas nos transportes provocam detenções em Moçambique

Transporte público em Moçambique
Transporte público em Moçambique Miguel Martins/RFI

A entrada em vigor da nova tarifa nos transportes em Moçambique levou à detenção de nove pessoas. A informação foi avançada pela polícia que relativizou os acontecimentos e afirmou que a normalidade regressou à capital.

Publicidade

A actualização da tarifa dos transportes públicos e privados já tinha sido anunciada, contudo foi apenas ontem que os moçambicanos passaram a pagar mais para se deslocar. Apesar do aumento ter sido negociado entre as autoridades e os sindicatos, a notícia não foi bem aceite por alguns indivíduos que acabaram por demonstrar o seu descontentamento nas ruas da capital.

João Machava, porta-voz do comando provincial de Maputo da Polícia da República de Moçambique, confirmou o registo de pequenos tumultos e a detenção de nove indivíduos que foram presentes a tribunal nesta sexta-feira e serão sancionados segundo os actos que cometeram.

João Machava, porta-voz do comando provincial de Maputo da Polícia da República de Moçambique

Luís Munguanbe, vice-presidente da Federação Moçambicana das Associações de Transportes Rodoviários, desmente a informação de que a tarifa dos transportes seria novamente actualizada no mês de Janeiro, confirma as detenções e minimiza os episódios de tensão.

Luís Munguambe, vice-presidente da Federação Moçambicana das Associações de Transportes Rodoviários

Já ontem David Simango, o presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, tinha relatado episódios esporádicos de tensão, no entanto afirmou que a situação tinha sido controlada.

David Simango, presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI