Direita francesa dividida após eleição interna

Áudio 05:26
François Fillon (à esquerda) e Jean-François Copé (à direita) eram os dois candidatos para a liderança da UMP nas eleições de 18 de Novembro de 2012.
François Fillon (à esquerda) e Jean-François Copé (à direita) eram os dois candidatos para a liderança da UMP nas eleições de 18 de Novembro de 2012. REUTERS/Benoit

Manuel Jorge, professor universitário angolano em Paris, passa a pente fino o estado do maior partido da oposição francesa, a ump, de direita. E isto no rescaldo da eleição deste domingo que devia ter permitido eleger um líder para o movimento, mas em que ambos os candidatos gritaram vitória num escrutínio envolto em polémica que mergulhou o partido numa profunda crise.