Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Ramos Horta já está na Guiné-Bissau

José Ramos-Horta, representante da ONU na Guiné-Bissau
José Ramos-Horta, representante da ONU na Guiné-Bissau Martin H. / Wikipédia
Texto por: RFI
4 min

José Ramos Horta chegou na madrugada a Bissau, para ocupar a cadeira de representante especial do secretário-geral das Nações Unidas no país. Ramos Horta considera que é necessário mais apoio da comunidade internacional para o povo guineense.  

Publicidade

Esta manhã, o ex-presidente de Timor Leste, deu início a uma seria de contactos para apresentação de cumprimentos às autoridades guineenses. O Prémio Nobel da Paz mostrou-se confiante e garante que vai trabalhar com todas as franjas da sociedade de forma a desenvolver programas de desenvolvimento, sobretudo a partir da juventude.

José Ramos Horta foi nomeado, em Janeiro, pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, o seu representante para a Guiné-Bissau. Substituiu o ruandês Joseph Mutaboba na liderança do Gabinete Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau - UNIOGBIS.

Mussá Baldé, correspondente em Bissau

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.