SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

Greve da saúde mantém-se em São Tomé e Príncipe

Instalações do Hospital Dr. Ayres de Menezes de São Tomé e Príncipe
Instalações do Hospital Dr. Ayres de Menezes de São Tomé e Príncipe

Os sindicatos da saúde em São Tomé anunciaram que a greve da saúde vai ter lugar na segunda-feira 11 de Março e por tempo indeterminado. Os serviços mínimos estão no entanto assegurados.

Publicidade

As negociações com o governo são-tomense não tiveram o fim desejado. Em desacordo, os sindicatos da saúde em São Tomé decidiram manter a greve que começa nesta segunda-feira 11 de Março.

No entanto, os serviços mínimos estarão assegurados.

Os sindicatos reivindicam a implementação de uma carreira profissional.

Mais pormenores com o nosso correspondente em São Tomé, Maximino Carlos.

Correspondência de Maximino Carlos

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI