Acesso ao principal conteúdo
Eritreia

Eritreia assinala vinte anos de independência

Bandeira da Eritreia
Bandeira da Eritreia
Texto por: Neidy Ribeiro
13 min

A Eritreia assinala nesta sexta-feira o vigésimo aniversário de independência da Etiópia, após trinta anos de guerra. Vinte anos após ter conquistado a independência o país, segundo várias ONG's, continua a violar constantemente os direitos humanos.

Publicidade

Vinte anos após ter conquistado a independência da Etiópia o país vive sob a mão pesada do presidente Isaias Afewerki, que numa chegou a aplicar a Constituição de 1993. Isaias Afewerki concentra os poderes de chefe de Estado, chefe das Forças Armadas e chefe do único partido no país. Na Eritreia não há Parlamento e desde há vinte anos que a população não é chamada às urnas.

Várias ONG's, denunciam o clima de medo sob o qual é submetida a população. A  Aministia Internacional, num relatório publicado no passado dia 9 de Maio, acusa o governo de ter encarcerados "pelo menos" dez mil presos políticos. A AI refere  que a Eritreia é um país onde os Direitos Humanos são constantemente violados, onde não há imprensa independente, não há partidos políticos de oposição, nem sociedade civil e apenas quatro religiões são reconhecidas pelo governo.

Num país que vive essencialmente graças aos recursos mineiros, da agricultura e da ajuda financeira que chega da diáspora, a escola é gratuita e obrigatória, o acesso à saúde é garantido e o serviço militar é obrigatório para todos (homens e mulheres).

Fora do país vivem cerca de um milhões de eritreus, uma vez que continua a ser complicado deixar o país, uma diáspora bastante dividida para colocar em risco o poder de Isaias Afewerki, que segundo alguma imprensa poderá estar doente.

Em entrevista à RFI, Alexandra Dias, investigadora portuguesa do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, fala da intangibilidade das fronteiras, da passividade da Comunidade Internacional e da incerteza política em caso de desaparecimento do presidente Isaias Afewerki.

Alexandra Dias, investigadora portuguesa do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.