Instabilidade no Egipto "pode evoluir para uma guerra civil"

Áudio 07:28
Reuters

Uma semana depois da deposição do Presidente Mohamed Morsi, o Egipto está cada vez mais dividido. O primeiro-ministro indigitado, Hazem El-Beblawi, começou hoje as negociações para formar governo, mas a coligação que derrubou o antigo chefe de Estado não esconde as divergências e a Irmandade Muçulmana rejeita estar presente no novo executivo. O General Loureiro dos Santos faz uma análise da situação, evocando a possibilidade de uma guerra civil.