Convidado

Renamo quer mediadores nas negociações com o governo de Moçambique

Áudio 05:36
Zona ribeirinha de Maputo
Zona ribeirinha de Maputo Liliana Henriques / RFI

Após mais de 20 encontros entre o governo moçambicano e a Renamo na oposição, e quando falta pouco mais de um mês para as autárquicas, a tensão mantém-se. Em comunicado ontem, a Renamo referiu que estava disposta a retomar as armas para "salvar a democracia em Moçambique" e quer doravante a presença de mediadores nas conversações. Em entrevista à RFI, Saimone Macuiane, chefe da delegação da Renamo nas negociações com o governo enumera as reivindicações do seu partido.