Acesso ao principal conteúdo
MOÇAMBIQUE/ANGOLA

Avião das Linhas Aéreas de Moçambique despenhou-se na Namíbia

Texto por: RFI
4 min

O aparelho foi dado como desaparecido na sexta-feira quando fazia a ligação entre Maputo e Luanda, sendo encontrado hoje pela Autoridade da Aviação Civil da Namíbia. Uma equipa de busca e de inspectores localizou e identificou os destroços da aeronave numa localidade no Norte da Namíbia. Não há sobreviventes.

Publicidade

O voo TM 470, num avião Embraer 190, transportava a bordo 27 passageiros e seis tripulantes. Entre os passageiros, havia dez mocambicanos, nove angolanos, cinco portugueeses, um francês, um chinês e um brasileiro.

A tripulação era constituída de dois pilotos, três comissários de bordo e um técnico de manutenção.

Mais pormenores com Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo.

Correspondência de Orfeu Lisboa

Duas comissões de inquérito, uma delas internacional, serão criadas na sequência da queda do avião das Linhas Aéreas de Moçambique, anunciou hoje a Presidência moçambicana.

O anúncio foi feito em Maputo no final de um Conselho de Ministros extrardinário, convocado pelo Presidente de Moçambique, Armando Guebuza, para avaliar a situação resultante da queda do aparelho.

De referir que a fabricante brasileira de aeronaves Embraer anunciou que enviará uma equipa de técnicos para ajudar nas buscas após o acidente com a aeronave Embraer 190.

Ainda segundo a empresa, a aeronave envolvida no acidente foi entregue à companhia moçambicana em novembro de 2012.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.