Acesso ao principal conteúdo
CABO VERDE

Cabo Verde: MpD denuncia derrapagens nas contas das obras públicas

O Escudo, moeda de Cabo-Verde
O Escudo, moeda de Cabo-Verde
Texto por: RFI
4 min

O maior partido da oposição denuncia derrapagens nos orçamentos em várias obras públicas. O MpD promete apresentar queixa ao Ministério Público, acusando o PAICV e o presidente da Assembleia Nacional de terem "censurado" o relatório da CPI sobre a Gestão das Obras Públicas em Cabo Verde de 2001 a 2012.

Publicidade

O líder da bancada parlamentar do MpD, Fernando Elísio Freire, revelou várias derrapagens nas obras públicas. Os buracos orçamentais denunciados à imprensa referem-se à estrada circular do Fogo (1,6 milhões de contos), à estrada Manta Velha-Cruzinha (304 mil contos), à estrada de penetração no vale da Ribeira da Torre (311 mil contos) e ao Porto de Sal Rei (3,5 milhões de contos).

De acordo com Fernando Elísio Freire, estas alegadas irregularidades constam no Relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre a Gestão das Obras Públicas em Cabo Verde de 2001 a 2012. O Movimento para a Democracia promete apresentar queixa no Ministério Público e publicar, na íntegra, este relatório, que defende ter sido "censurado" pelo presidente da Assembleia Nacional, Basílio Mosso Ramos, e pelo PAICV.

O líder parlamentar do PAICV, Felizberto Vieira, respondeu que não há derrapagens nas obras públicas e o presidente da Assembleia Nacional justificou a recusa do relatório.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Odair Santos.

 

Correspondência de Cabo Verde

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.