MOÇAMBIQUE

Instabilidade no país preocupa moçambicanos

Arquivo.
Arquivo. AFP FOTO / JINTY JACKSON

A situação político-militar está a intensificar-se em Moçambique. Um ataque atribuído a homens armados da Renamo causou esta terça-feira um morto no sul do país. A tensão militar parece ter-se agravado nos últimos meses.

Publicidade

Um morto é o balanço de um ataque atribuído a "homens armados da Renamo" em Mavume na província de Inhambane, a cerca de 450 quilómetros a norte de Maputo. Segundo a emissora pública Rádio Moçambique, as tropas da Renamo terão vandalizado infraestruturas sociais e pilharam bens de consumo, tendo ainda assaltado o centro de saúde local, donde retiraram medicamentos.

Ainda no país a fraca adesão dos jovens ao recenseamento militar levou o ministro da defesa a ameaçar penalizar os jovens que se furtarem a este processo que é obrigatório no país. Sobre esta questão Sande Carmona, porta-voz do MDM (Movimento democrático de Moçambique), terceira força política em Moçambique, começa por referir a preocupação que reina junto das populações moçambicanas sobre a intensificação da tensão político-militar no país.

Entrevista de Sande Carmona, porta-voz do MDM

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI