Navio russo foi libertado no Senegal

Navio russo, Oleg Naydenov, apreendido a 4 de Janeiro no Senegall, acusado de pesca ilegar.
Navio russo, Oleg Naydenov, apreendido a 4 de Janeiro no Senegall, acusado de pesca ilegar. AFP PHOTO/SEYLLOU

Ao longo de duas semanas diplomatas senegaleses, russos e guineenses negociaram a libertação do navio de pesca industrial russo apreendido com 85 tripulantes, dos quais 22 guineenses. A embarcação foi libertada pelas autoridades senegalesas em troca de 600 milhões de francos CFA.

Publicidade

Foi libertado o navio russo, Oleg Naidiónov, detido no passado dia 3 de Janeiro por militares senegaleses nas águas da Guiné-Bissau e escoltado até ao porto de Dacar.

As autoridades russas pagaram uma multa no valor de 600 milhões de francos CFA em troca da libertação do barco sem sofrer qualquer processo judicial para o navio russo.

Para os representantes da embarcação a solução encontrada evitou, assim, uma crise diplomática entre os três países. O navio vai deixar o porto Dacar - Marinha esta noite para dar continuação às suas actividades nas águas da Guiné-Bissau, conta o nosso correspondente em Dacar, Cândido Camará.

Correspondente em Dacar, Cândido Camará

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI