Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Chissano quer Guebuza e Dhlakama sentados à mesma mesa

Áudio 06:41
Joaquim Chissano, ex-chefe de Estado de Moçambique
Joaquim Chissano, ex-chefe de Estado de Moçambique
8 min

O ex-presidente da república de Moçambique, Joaquim Chissano, em entrevista à RFI reconheceu ter agido em boa-fé na altura em que decorreu o processo de desmilitarização da Renamo, principal partido de oposição no país, uma decisão que lamenta agora. Questionado sobre o facto de a Renamo afirmar que o processo de integração dos ex-guerrilheiros nas forças armadas do país não ter respeitado acordo geral de paz assinado em 1992 o ex-chefe de Estado diz que essas afirmações são falsas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.