Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Bubo Na Tchuto ex chefe da armada da Guiné-Bissau assume culpa de narco-terrorismo

Áudio 06:33
José Américo Bubo Na Tchuto, ex chefe de Estado maior da Marinha guineense
José Américo Bubo Na Tchuto, ex chefe de Estado maior da Marinha guineense

O ex chefe de Estado maior da Marinha guineense, José Américo Bubo Na Tchuto, confessou o seu envolvimento em redes de narco-terrorismo operando na África Ocidental, vai colaborar com as autoridades norte americanas, e viu assim reduzida a sua pena.

Publicidade

José Américo Bubo Na Tchuto, antigo chefe de Estado maior da Armada guineense, foi detido a 2 de Abril de 2013, ao largo da Guiné-Bissau, juntamente com dois cúmplices guineenses: Tchamy Yala e Papis Djeme, numa cilada mointada pela Agência dos Estados Unidos de Combate à Droga (DEA).

A justiça norte americana que os acusa de narco terrorismo a favor das Forças Armadas Revolucionárias da Colombia - FARC - e de introdução de cocaína nos Estados Unidos, pretende a colaboração de Bubo Na Tchuto e dos seus cúmplices, para desmontar redes de narco-terrorismo que operam na Africa Ocidental.

Os Estados Unidos acusam neste mesmo processo, o chefe de Estado maior general das forças armadas guineeses, general António Indjai, que liderou o golpe de estado militar de 2012 e sempre negou qualquer envolvimento no tràfico de droga.

Este o tema abordado com o nosso Convidado, o jornalista de origem cabo verdiana e guineense Nelson Herbert, radicado nos Estados Unidos, que vem seguindo de perto este dossier, que considera que os Estados Unidos pretendem com esta medida a colaboração de Bubo Na Tchuto, para "desmontar a rede narco-terrorista e não apenas de narco-tráfico" em que ele está envolvido e desmantelar as células da rede terroprista Al Quaida existentes na Guiné-Bissau e noutros países da África Ocidental.

Para ver os artigos de Nelson Herbert sobre este tema consulte www.gbissau.com

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.