Convidado

Sudão do Sul em guerra assinala 3° aniversário da independência

Áudio 07:38
Soldados sul-sudaneses na capital Juba
Soldados sul-sudaneses na capital Juba REUTERS/Goran Tomasevic

O Sudão do Sul assinala hoje (9/07) o terceiro aniversàrio da sua independência, com em pano de fundo uma guerra pelo poder, que degenerou em conflito tribal, opondo os "dinkas", a etnia do presidente Salva Kirr aos "nuers" do seu antigo vice-presidente Riek Machar, um conflito que causou 20 mil mortos e mais de 1 milhão e 200 mil refugiados.Um estado potencialmente muito rico, designadamente em petróleo e que está a beira de uma catástrofe humanitária.O padre José Vieira, que viveu longos anos em Juba e assistiu dia 9 de julho de 2011 à proclamaçao da independência, denuncia uma guerra no seio do partido no poder, que não quer abdicar das receitas petroliferas, que geram milhões de dólares diariamente, sem qualquer benefício para a população.