MOÇAMBIQUE

Matteo Renzi em visita oficial a Moçambique

Matteo Renzi, Primeiro-Ministro italiano.
Matteo Renzi, Primeiro-Ministro italiano. REUTERS/Francois Lenoir

O presidente de Moçambique, Armando Guebuza, recebeu esta manhã o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, naquela que é a sua primeira viagem ao continente africano. Esta deslocação visa reforçar as relações bilaterais no campo político, económico e cooperação de desenvolvimento.

Publicidade

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, esteve este sábado em Moçambique para uma visita relâmpago de 24 horas, e foi recebido durante a manhã pelo presidente de Moçambique, Armando Guebuza.

"Moçambique cresce com uma força robusta comparada com outros países africanos com uma percentagem subtil. Um país que está a investir no seu futuro e por este motivo eu estou aqui para assegurar o empenho da Itália em vários apsectos", declarou Matteo Renzi.

Esta é a primeira visita de um primeiro-ministro italiano a Moçambique nos últimos 39 anos. A Itália e Moçambique têm laços estreitos há muitos anos, laços que remontam ao tratado de paz assinado em Roma em 1992 e que ditou o fim de 16 anos de guerra civil em Moçambique.

Para o presidente moçambicano, esta visita prova o excelente momento nas relações de amizade e cooperação entre os dois países. "Com a Itália desenvolvemos uma relação de comunhão de interesses na área política, diplomática, comercial e empresarial", afirmou Armando Guebuza.

Segundo um comunicado da embaixada italiana em Moçambique esta deslocação pretende reforçar as relações bilaterais no campo político, económico e cooperação de desenvolvimento.

Depois de Maputo, Matteo Renzi segue para o Congo Brazzaville e na segunda-feira chega a Angola.

Mais pormenores com o nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

Correspondência de Orfeu Lisboa

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI