Moçambique

Começo de entendimento na 65ª ronda de negociações entre a Renamo e o executivo de Moçambique

Após 65 rondas de diálogo, o governo e a Renamo estarão perto de um entendimento
Após 65 rondas de diálogo, o governo e a Renamo estarão perto de um entendimento DR

No final da sexagésima quinta ronda de diálogo entre o governo e a Renamo, as partes anunciaram um entendimento em relação a 95% das matérias que têm sido objecto de negociação para o fim da crise político-militar no país.

Publicidade

O Governo moçambicano e o maior partido da oposição decidiram apenas revelar a substância do acordo no final do processo de diálogo, adiantando que tal poderá acontecer na próxima sessão, agendada para segunda-feira.

Os avanços registados hoje e na sexta-feira passada acabam com meses de impasse nas negociações sobre a crise política e militar no país, provocado nomeadamente por divergências em torno do desarmamento dos combatentes da Renamo.

Este começo de entendimento surge no momento em que têm a comunidade internacional tem reiterado os seus apelos para que as partes alcancem um consenso. Esta terça-feira, o chefe da diplomacia timorense, José Luís Guterres, deu conta da sua confiança na capacidade do país em encontrar uma solução duradoura, apenas um dia depois da União Europeia, através do seu representante em Maputo, ter no mesmo sentido defendido a necessidade de avanços nas negociações entre o executivo e a Renamo.

Mais explicações com Orfeu Lisboa.

Orfeu Lisboa, correspondente da RFI em Moçambique

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI