Acesso ao principal conteúdo
ANGOLA

Angola: Jovens lançam ultimato às autoridades

Christophe Carmarans / RFI
Texto por: Carina Branco
3 min

O Movimento dos Jovens Revolucionários de Angola fez um ultimato às autoridades para libertarem os cinco activistas detidos há uma semana. Se não estiverem em liberdade até esta segunda-feira, haverá mais protestos.

Publicidade

Os cinco activistas tinham sido detidos aquando da tentativa de protesto contra as alterações à Lei da Nacionalidade, a 11 de Setembro, em Luanda. A polícia tinha, então, bloqueado o acesso ao Largo da Independência, mas foram detidos seis activistas, um dos quais foi libertado dias depois mediante pagamento de uma caução.

Desde 2011, o Movimento dos Jovens Revolucionários de Angola tem promovido diversas manifestações em Luanda contra o regime do presidente José Eduardo dos Santos. Os protestos envolvem, em geral, importantes dispositivos de segurança e  confrontos com a polícia.

Adolfo Campos, membro do movimento, contou à RFI que os jovens estão prontos para novo protesto se os  activistas não forem libertados.

Adolfo Campos, Activista do Movimento dos Jovens Revolucionários de Angola

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.