Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Absurdo surrealista da Roménia de Ceausescu pela primeira vez em cena

Áudio 06:30
Igor Lebreaud, Jorge Loureiro, Filipe Eusébio e Miguel Magalhães, "Da sensação de elasticidade quando se marcha sobre cadáveres". Estreia hoje, no TCSB - Teatro da Cerca de São Bernardo. (foto de ensaio)
Igor Lebreaud, Jorge Loureiro, Filipe Eusébio e Miguel Magalhães, "Da sensação de elasticidade quando se marcha sobre cadáveres". Estreia hoje, no TCSB - Teatro da Cerca de São Bernardo. (foto de ensaio) ©A Escola da Noite/2014
Por: Lígia ANJOS
8 min

 “Da sensação de elasticidade quando se marcha sobre cadáveres” assinada pelo dramaturgo e jornalista romeno da RFI Matéi Visniec é encenada pela primeira vez.A peça é apresentada no Teatro da Cerca de São Bernardo, em Coimbra, até domingo pelo encenador português d'A Escola da Noite António Augusto Barros.Em cena descobrimos a história de Sérgiu Penegaru, um escritor que recusa escrever poemas patrióticos. Cedo descobre a literatura como espaço de liberdade num cruzamento entre dois universos: a realidade romena do final dos anos 50, perante uma ditadura política comunista, e o universo artístico.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.