Acesso ao principal conteúdo
África

Fim da 35ª Cimeira da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral

Georges Chicoty, Ministro das Relações Exteriores de Angola
Georges Chicoty, Ministro das Relações Exteriores de Angola Liliana Henriques/RFI
Texto por: Liliana Henriques
6 min

Decorreu ontem e hoje em Gaberone, no Botsuana, a 35ª Cimeira dos Chefes de Estado e de governo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), uma cimeira orientada essencialmente para a problemática da segurança alimentar bem como da necessidade de se investir na industrialização e nas infra-estruturas daquela região do continente.  

Publicidade

Durante esta conferência, o Botsuana foi eleito para a presidência rotativa da organização, a vice-presidência coube à Suazilândia e Moçambique foi eleito para chefiar a Tróica do órgão de defesa e segurança da SADC. A cimeira ficou igualmente marcada pela análise da crise alimentar vivida em vários países-membros. De acordo com a SADC, 24 milhões de pessoas estão em risco de fome, a directora regional da Agricultura e Alimentação, Margaret Nyerenda tendo referido que esta zona tem enfrentado um défice de 6 milhões de toneladas de cereais devido à seca.

Desta cimeira resultou igualmente a adopção da priorizarão da integração regional através da aceleração da industrialização e infra-estruturas no seio da SADC. O Ministro angolano das Relações Exteriores de Angola, Georges Chicoty, que propôs a criação de um fundo de 500 milhões de Dólares para este pelouro refere que a SADC pretende financiar este projecto com contribuições próprias e com apoios externos.

Georges Chicoty, Ministro das Relações Exteriores de Angola

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.