Guiné-Bissau

Conselho de segurança da ONU reuniu-se para abordar crise guineense

João Soares da Gama, embaixador da Guiné-Bissau junto das Nações Unidas.
João Soares da Gama, embaixador da Guiné-Bissau junto das Nações Unidas. ONU/Evan Schneider

O Conselho de segurança da ONU reuniu-se hoje à porta fechada para debater a crise política guineense, com a apresentação do relatório de Miguel Trovoada, representante do secretário geral em Bissau.

Publicidade

Numa altura em que a nomeação na semana passada de Baciro Djá para primeiro-ministro pelo presidente José Mário Vaz, à revelia do partido vencedor das legislativas, o PAIGC, continua na origem de um impasse político, o Conselho de segurança da ONU reuniu-se hoje à porta fechada para debater a crise política guineense.

O embaixador da Guiné-Bissau junto das Nações Unidas, João Soares da Gama, disse que o seu país não deve esperar ter sempre a atenção da comunidade internacional, após uma sessão do Conselho de Segurança que tratou da nação lusófona.

Falando à Rádio ONU após a reunião, João Soares da Gama disse que no território guineense deve haver maior consciência das responsabilidades políticas perante as gerações vindouras e admitiu que é necessário “diálogo e verdade" para o país sair da crise.

O diplomata pediu à comunidade internacional que continue a seguir o processo de desenvolvimento da Guiné-Bissau.

Ouça a entrevista de João Soares da Gama, embaixador guineense junto da ONU.

João Soares da Gama, embaixador guineense junto da ONU

Falando à Rádio ONU após a reunião, Antonio Patriota, o embaixador do Brasil junto da ONU, admitiu que a situação guineense é preocupante afirmando que devem ser claramente definidas as funções de Presidente e de Primeiro-Ministro e citou disponibilidade da CPLP para prestar assessoria no impasse actual.

Ouça a entrevista de Antonio Patriota, embaixador do Brasil junto da ONU.

Antonio Patriota, embaixador do Brasil junto da ONU

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI