Moçambique

Líder da Renamo não se vai encontrar esta semana com chefe de estado moçambicano

Afonso Dhlakama, líder da Renamo
Afonso Dhlakama, líder da Renamo Cristiana Soares

O líder da Renamo que ontem considerara de "brincadeira" a agenda que lhe fora remetida pelo Presidente da República para um novo encontro bilateral já recusou viabilizar esta audiência. De recordar que Filipe Nyusi a quem tinha sido devolvido numa primeira fase o convite dirigido a Afonso Dhlakama, acabara por voltar a enviá-lo com a agenda que lhe fora reclamada.

Publicidade

A Renamo anunciou que o seu líder Afonso Dhlakama não se vai encontrar esta semana com o chefe de estado Filipe Nyusi. O porta-voz do principal partido da oposição António Muchanga afirmou que "em nenhum momento se disse que o Presidente Dhlakama iria marcar a data e a hora do encontro. O documento diz que aguarda a concertação. Perante estes factos, consideramos não haver condições para um encontro entre as duas lideranças nesta semana. A Renamo continua aberta à resolução dos problemas que afectam a democracia e a paz de Moçambique."

Em conferência de imprensa a Renamo deixou claro que o encontro entre o seu líder Afonso Dhlakama e o chefe de estado Filipe Nyusi só irá acontecer caso o governo pare com manobras dilatórias e cumpra com o acordo geral de paz assinado em 1992, que pôs fim à guerra civil como relata o nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

Correspondência Moçambique, Orfeu Lisboa

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI