Acesso ao principal conteúdo
NÍGER

Níger: Presidente alega ter abortado golpe de Estado

O presidente nigerino Mahamdou Issoufou falou na televisão alegando ter-se abortado uma tentativa de golpe de Estado
O presidente nigerino Mahamdou Issoufou falou na televisão alegando ter-se abortado uma tentativa de golpe de Estado REUTERS/Afolabi Sotunde/Files TPX IMAGES OF THE DAY
Texto por: RFI
2 min

O presidente nigeriano, numa alocução televisiva, nesta quinta à noite, alegou que tinha sido abortada uma tentativa de golpe de Estado. Um anúncio que ocorre a dois meses das eleições presidenciais e que se traduziu na captura de várias altas patentes no início da semana.

Publicidade

O chefe de Estado nigerino alega que o objectivo dos indivíduos em causa era derrubar o regime eleito democraticamente eleito.

Os autores do suposto golpe teriam escondido armas visando utilizar meios aéreos em Niamey, a capital, há várias semanas quando eu os instava a partir para Diffa, na frente da luta contra o Boko Haram.

Mahmadou Issoufou denuncia "alta traição contra as instituições e contra o exército" e alega que um dos autores do suposto golpe estariam em fuga.

As explicações do presidente nigerino não convence, porém, a oposição.

Ousseini Salatou, um dos porta-vozes da Frente para a república, reunindo partidos da oposição e organizações da sociedade civil, alega que o poder está sempre a inventar golpes. De tal maneira que "mesmo se este golpe de Estado é verdadeiro tal faz é sorrir os nigerinos".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.